quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Celebrando os Sabbats #3: Lammas/Lughnasadh

Hell-o, bruxinhas da floresta!

Hoje eu vou falar um pouco sobre o próximo sabbat da Roda do Hemisfério Sul: Lammas! Lammas (pronúncia: Lamas) é chamado também de Lughnasadh (pronúncia: Lunasá) e é um festival de colheira. Pra quem segue a roda do Hemisfério Sul, o dia dele é dia 02 de fevereiro (também dia de Iemanjá!) e pra quem segue a roda do Hemisfério Norte, a data é em 1º de agosto. Ué, mas como assim um festival de colheita? Esse é o sabbat em que se agradece por tudo de bom que colhemos no último ano, e não só o que é bom: agradecemos também pelas oportunidades que tivemos de coletar sabedoria de experiências difíceis.



Lammas/Lughnasadh celebra o sacrifício do Deus quando os grãos são colhidos para alimentar a humanidade e gerar mais vida para as sementes que serão plantadas. Nos tempos antigos, as pessoas faziam pão com trigo recém colhido e dividiam entre a família, entre o coven, entre os amigos, os vizinhos, bem como o vinho e outras frutas da época. É a festa do pão, dos grãos, das sementes. então isso não pode faltar na celebração! 


É um costume também decorar com trigo, fazer bonecos com palha de milho (eu sou louca pra fazer, mas não sei onde posso achar :/), acender bastante velas laranja e amarelas,  colher frutos e frutas, plantar sementes, preparar pratos com grãos... Os bonecos se tornam talismãs que ficam com a pessoa até o próximo Lammas, onde são queimados. Porém, acho que cada celebração dá pra comemorar do nosso jeito, né? Eu por exemplo, vou tentar fazer esse pão de linhaça aqui, ou então um arroz com grãos. Considerando que milho é grão, até pipoca vale! Na verdade, o que mais vale é agradecer e renovar as energias no ritual, nem que seja apenas com uma vela ou incenso aceso. 

Bom, vamos às correspondências? 

Cores: amarelo, laranja, verde e ouro
Incensos: Sândalo, rosas, olíbano, acácia
Bebidas: Sucos com frutas da época, cervejas de trigo, vinho
Cristais e pedras: citrino, granada, peridoto, sardônia, aventurina, ágata entre outras
Deidades celebrados: Deuses relacionados à colheita e fartura, como Lugh (celta), Baco (grego), Deméter (grega), Mani (indígena) e vários outros deuses.
Alimentos: pães e bolos e outros alimentos com grãos, também frutas dessa época


Vale também coletar água da chuva para usar em rituais mágicos, Se chover alguns dias antes do Lammas, porque não já coletar uma água pra usar para abrir o círculo no ritual? Ah, quem quiser saber como abrir o círculo, clique aqui que essa explicação da Rosea Bellator, do site Oficina das Bruxas é muito boa e bastante clara. Aqui embaixo eu vou deixar um ritual para ser feito no dia de Lughnasadh:

Material necessário para a realização do ritual:

 Ramos de trigo;
 Pães de vários tipos;
 Cálice com vinho;
 Velas amarelas;
 Frutas como melão, bananas e abacaxi;
 Incensos do Sabbat;
 Caldeirão/ou lugar para queimar;
 Álcool;
 Papéis com pedidos escritos;
 Bastão/dedo indicador.

Procedimento:
Coloque o caldeirão ao centro do local onde você vai realizar o rito. Espalhe as velas por todo o cômodo. Coloque as frutas, os pães, os ramos de trigo e algumas velas sobre o altar. Acenda os incensos e lance o Círculo Mágico de forma usual. Despeje o álcool no interior do caldeirão e acenda-o. Então diga:

“Que neste dia sagrado, onde Lugh é homenageado os meus (nossos) anseios e desejos se realizem”

Pegue o bastão, toque o chão e depois o eleve aos céus girando no sentido horário dizendo:
“Que as sementes germinem, que o solo se fortaleça e torne-se fértil. Que a vida seja festejada e louvada pelo nome de Lugh, o Deus Sol, o iluminado e encantado”

Comece a girar o bastão em torno do caldeirão no sentido horário, com o papel dos pedidos em suas mãos. Imagine a concretização dos seus objetivos e acredite que todos os pedidos que foram escritos no papel se realizarão. Se mais pessoas estiverem presentes, peça para que façam o mesmo. Quando sentir que sua consciência encontra-se alterada e que do seu interior brota um profundo entusiasmo, jogue os papéis com os pedidos no caldeirão, dizendo:
“Nesse fogo, possam os meus desejos se elevar. O fogo é símbolo da transmutação e da purificação. Que através de seu poder tudo em minha (nossa) vida seja ativado para o meu bem e de todos da Terra!"

Olhe profundamente no fogo que arde no caldeirão, mentalizando com profundidade tudo aquilo que você quer. Pegue o cálice com o vinho, eleve-a aos céus, dizendo:
“Oh, Poderoso Lugh, que esta libação seja feita em sua homenagem”

Tome um pouco do vinho e derrame-o sobre o chão. Vá até o Altar, eleve o bastão e toque-o nos pães e frutas. Reparta os pães e divida entre todos os presentes, se houverem. Caso contrário coma um pouco da alimentação, meditando sobre o significado do ritual. Destrace o Círculo Mágico, agradecendo aos Deuses.


Lembrando que não é necessário ter todos os elementos para realizar o ritual. você for conseguir mentalizar bem os objetos que não tem, imaginar que eles estão ali na sua frente, o ritual funcionará tão bem como se esses objetos realmente estivessem ali. Bom, como eu falei logo no começo do post, Lammas é no mesmo dia de Iemanjá. Como Iemanjá é uma dos orixás que me protegem na Umbanda (tô me interessando cada vez mais), também vai ter algo a homenageando no meu altar. Pra quem quiser homenagear Iemanjá, dá pra acender uma vela azul e cantar esse ponto (que é uma música de duas estrofes para os orixás) do vídeo abaixo. Esse vídeo é lindo, traz uma paz maravilhosa:


Então, por hoje é isso! Um Feliz Lammas pra quem segue a Roda do Hemisfério Sul, e um Feliz Imbolc pra quem segue a Roda do Hemisfério Norte! Essa semana ainda tem a segunda resenha do ano do projeto Desafio de Leitura. Eu nem fiz a resenha do segundo e já estou terminando o terceiro. Esse ano tá começando bem no quesito das leituras! Espero que tenham gostado do post e muito obrigada por todos os comentários lindo e maravilhosos que deixaram no meu último post! Beijão!

8 comentários:

  1. Esperando o dia ansiosa para esse sabbath <3
    Trigo vc encontra em floriculturas,eu acho muito lindo trigos,quero fazer algo com eles tbm.
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que eu encontre! Quero caprichar no ritual! <3
      Obrigada pela dica, Gio! Também tô mega ansiosa pra esse Sabbat!

      Beijos e Blessed Be!

      Excluir
  2. Ahhhh lindo mesmo!!! Sabia <3
    Vou me programar direitinho pra conseguir fazer alguma coisa pra celebrar! Preciso voltar a me dedicar a Wicca! Esse ritual é tranquilo, acho q vou conseguir realizar :3
    bjooo sua maravilhosa <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Naaaay! <3
      Esse ritual é super fácil de fazer, vamos fazer sim!
      Beijoooo!

      Excluir
  3. Adoro o Oficina das Bruxas! Aliás, gosto de tudo relacionado à esse universo do Paganismo. Espero ter condições logo de fazer uma roda do ano completa, com direito à todos os alimentos e decorações, porque além das boas energias, é lindo por demais! <3 Adorei miga, beijão.

    4sphyxi4.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acabo não conseguindo me organizar muito em relação aos alimentos e a decoração, quando vejo tá em cima da hora. Mas vou tentar fazer mais bonitinho nessa Sabbat, mas se não der, tem mais 7 ano ainda! Hahaha
      Beijo, Jaque!

      Excluir
  4. Oi Rafael te confesso que não conhecia muito sobre essa celebração e seus ritos, mas achei mega interessante. Bem legal mesmo rafa esse post, achei legal você trazer coisas sobre costumes e celebrações de outras religiões. Um beijo!

    www.decoturnoespikes.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Migaaaa, se tu quiser saber mais, te indico o site Oficina das Bruxas e o Moon Girls Club, ambos são cheios de coisas maravilhosas sobre a religião antiga. Beijão!

      Excluir

• Comentários agressivos à autora ou aos leitores do blog não serão aceitos;
• Todos os comentários são respondidos, mesmo que demore uns dias. Se quiser acompanhar a resposta ao seu comentário, clique em "Notifique-me" que fica pertinho da caixa de comentário :)
• Se tiver blog, comente o link dele pra eu retribuir a visita :)
• Sua opinião é super importante e é o que me motiva a continuar postando. Obrigada desde já por comentar!