segunda-feira, 3 de abril de 2017

BEDA 03 - Instrumentos mágicos: quais são e como usá-los

Hell-o, bruxinhas! 

No terceiro dia de BEDA, eu queria falar um pouco pra vocês sobre alguns instrumentos mágicos que bruxas usam em seus rituais. É obrigatório ter esses instrumentos? Não! Mas eles são bem úteis e facilitam bastante o trabalho do dia-a-dia e durante os rituais. Eu tenho algumas adaptações desses instrumentos, mas à medida que eu for fazendo, ganhando ou comprando os instrumentos, eu vou mostrando pra vocês, o que vocês acham? 

Vou apresentar cada um dos instrumentos (mas tem mais que apenas esses), colocar uma foto deles que achei no Pinterest pra vocês saberem como são e no final eu vou falar como eu improviso, ok? Ahhh, eu mudei o banner e o layout do blog pra ficar um pouco mais minha cara. Tava bonito todo fofinho? Tava, mas sinceramente essa versão é mais a minha cara, eu não sei ser muito fofinha não! Haha! Então apresento essa nova versão do blog! Espero sossegar um pouco com o banner agora! UAHUAHUAHUAHUAH Vamos começar então!

Athame:

O athame é uma faca de dois gumes, semelhante ao punhal ou a adaga. Tradicionalmente ele tem pouco fio de corte e cabo preto. Ele representa o poder masculino no seu altar, e é ali que ele fica até a hora de ser utilizado no ritual. Normalmente é feito com algum metal, mas pode ser de madeira, de osso... Eu particularmente acho que quanto mais natural e menos sintético for, melhor. O athame nunca deve ser utilizado para cortar coisas físicas, apenas espirituais. O cabo de cor escura é para absorver melhor a energia de quem o usa, e o athame serve para traçar círculos mágicos, direcionar energias, banir espíritos, desenhar símbolos no ar, entre outras coisas. O athame representa o Ar.

Boline:

O boline tem duas formas: essa com lâmina de meia lua e uma que é igual ao athame, porém a lâmina tem corte. O boline é um instrumento prático. Eu acho lindo esse de meia-lua, mas ele é bom apenas para colher ervas, sendo pouco prático no dia-a-dia. Eu particularmente gosto de colher ervas com as mãos, então acredito que um boline no formato de punhal seja mais prático, porque com ele você vai cortar coisas que irá usar nos rituais (pedaços de ervas para jogar no caldeirão, por exemplo), pode traçar desenhos na terra, fazer símbolos na vela, colher ervas, etc. Basicamente, o boline tem corte físico e o athame tem corte espiritual. O boline é um item de trabalho, que não fica exposto no altar se não usado, e sim guardado em algum lugar.

Caldeirão:

O caldeirão é usado para queimar ervas em rituais, queimar papéis com feitiços/pedidos, fazer velas, cozinhar e etc... Ele representa o ventre da Deusa, onde tudo se transforma, tudo nasce. O caldeirão deve ser de ferro, por ser um minério forte que é encontrado na Natureza. É ligado ao elemento Espírito, a junção de todos os outros elementos.. Eu não tenho caldeirão ainda, então improviso usando um castiçal de barro que eu tenho aqui. Eu acho lindo e só não tenho um ainda porque quero ter um com pentagrama! <3 Caldeirões de três pés tem uma simbologia mística por trás: representam a Deusa Tríplice!

Cálice/Taça:

O cálice ou taça tem utilidade bem simples: portar líquidos que serão ingeridos em algum ritual. Como os Sabbats e Esbatts tem coisas diferentes a serem celebradas, cada evento desses propõe algo diferente a ser bebido. A taça é a representação da Deusa, e simboliza o elemento Água.

Livro das Sombras/Diário de Magia e Sonhos/Glossário:

São três livros que vão te ajudar muito na experiência de ser uma bruxa. Ambos são, de certa maneira, o cerne da bruxa. O conhecimento do bruxo e suas particularidades estão nesses livros. O Livro das Sombras é onde você vai anotar feitiços, rituais, receitas de comidas ou bebidas mágicas, encantamentos, poções e etc. Eu anoto em cadernos diversos e acabo me perdendo, por isso pedi um Livro das Sombras de presente e o Correios já deveria ter entregue há tempos... O Diário Bruxo ou Diário dos Sonhos tem um propósito diferente. Nele, você escreve seus sonhos místicos, sua experiência com determinados feitiços, coisas aleatórias que aconteceram com você e seu instinto te diz que é importante. É excelente para ter um registro porque algumas situações e sonhos se tornam recorrentes e anotar essas coisas te dá um campo de visão e uma amplitude da situação muito mais favorável ao entendimento. Já o Glossário é uma espécie de guia de magia. Ele é muito útil no começo, você pode anotar coisas como abrir um círculo, como fazer sigilo, informações sobre deuses do seu interesse e etc. Claro que tem muitas coisas que dá pra procurar na internet, mas pra quem, assim como eu, gosta de escrever para fixar as informações, é muito importante!

Pentáculo/pentagrama: 

O pentáculo ou pentagrama pode estar no altar de diversas maneiras: um prato, como esse da foto acima, um pentagrama feito de galhos, um pingente/toalha/mandala de pentagrama, pentagrama desenhado com cristais... Ele pode ficar no centro ou no norte do altar e seu elemento é a Terra. É nele/perto dele que vamos colocar os objetos que queremos consagrar, seja os que vamos utilizar no ritual ou amuletos, instrumentos mágicos, etc. Ele atua como um fixador de energia, e quanto mais coisas forem consagradas nele, mais energia ele tem. O importante é ter um pentagrama no altar para representar a Terra e para consagração.

Varinha/bastão:

A varinha ou bastão é um instrumento comumente chamado de mão mágica, por canalizar a energia do seu corpo. O ideal é que na varinha ou bastão tenham apenas elementos naturais. Pra deixar tudo ainda mais bonito, que tal aproveitar aquele galho que caiu e tá bem conservado ainda? Pense que esse será realmente sua mão mágica: você gostaria de quebrar um galho vivo só para ter uma varinha? O ideal é respeitar a Natureza e quebrar um galho que já esteja morto. Se já estiver caído, é melhor ainda, não acham? Afinal, você está reciclando a própria Natureza, dando nova força à ela. Varinhas tem cristais que são canalizadores naturais de energia, então estude os cristais para decidir qual vai adicionar na varinha! Prenda com arame ou corda, lembrando que caso sua varinha quebre, aqueles itens vão voltar à Natureza, então não use materiais sintéticos. Dá pra fazer uma varinha pra usar para tudo, dá pra fazer uma varinha diferente para cada Sabbat, uma varinha em referência a alguma divindade que você siga, etc. Se você fizer ou comprar: consagre antes de usar e de preferência, não deixe ninguém tocá-la. Varinhas e bastões são usados para traçar círculos, energizar objetos, ervas, amuletos, direcionar a energia, e também concentrar a energia.

Enfim... Claro que existem mais instrumentos mágicos do que só esses, claro que bruxos diferentes usam as coisas de maneiras diferentes, bruxos solitários (como eu) fazem as coisas de maneira diferentes de bruxos de um coven. Mas tentei abordar os instrumentos mais básicos de uma maneira bem geral. Escrevendo esse post eu fiquei com muita vontade de fazer uma DIY da taça e/ou da varinha. O que vocês acham? Ah, obrigada por acompanhar o post e mais um dia de BEDA (eu vou até o dia 30/04 mesmo que ninguém acompanhe! HAHAHA) e até o post de amanhã!

P.s.: esse mês ainda vai ter mais posts de bruxaria! :)

6 comentários:

  1. Olá rafa, tudo belezinha?
    O banner e o layout ficaram bem bacana, apesar do antigo ser fofinho tinha gostado, agora creio que ficou a cara do seu bloguinho^^
    Meu pedido foi atendido bem rapido hahah. Tinha instrumentos que eu não conhecia tipo o athame, achei tão bonito. Continua, quero mais posts!
    Beijoconas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alice, sua linda!
      Eu amava o layout fofinho, mas aqueles tons pasteis me davam agonia hahaha
      Que bom que tu gostou dos posts de magia, já deixo avisado que vai ter mais! <3
      Athames são lindos, mas o que é aquele boline de meia-lua? É meu sonho de consumo, isso que ele é! UHAUHAUHA
      Beijão, sua linda!

      Excluir
  2. ahhhh que delícia de post!!! Não queria que acabasse nunca *-* pode fazer até dia 30 que eu to aqui acompanhado tudo miga <3 principalmente post sobre Magia!
    o layout novo tá tão lindo, gostava do outro, mas amei muito mais esse <3 hahah
    bjão sua linda!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nayara, deusa maravilhouser!
      Que bom que tu vai me acompanhar até o dia 30, já não me sinto falando pras paredes da internet! AUHUAHUAHUHA
      Vai ter mais post de magia sim, eu amo escrever sobre isso! <3
      Esse layout novo conquistou meu coração também! UAHUHAUHA
      Beijos, Nay, até o próximo post! <3

      Excluir
  3. Instrumentos mágico = Amor
    Manooooooo oq é esse prato da foto? Tô morta.
    Quero muito o caldeirão tbm.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gio!
      Sim, instrumentos mágicos são muito amor, eu sonho em ter todos os possíveis!
      Aquele prato é muito lindo, inclusive pensei em ti quando achei ele no Tumblr!
      Eu sonho com um caldeirão há tempos, meses atrás quase comprei um, mas não tinha pentagrama :/
      Uma hora a gente consegue comprar tudo, né? E mesmo que não dê pra comprar tudo, o importante é que com instrumentos exatos ou não, a gente consegue fazer magia!
      Beijos, Gio!

      Excluir

• Comentários agressivos à autora ou aos leitores do blog não serão aceitos;
• Todos os comentários são respondidos, mesmo que demore uns dias. Se quiser acompanhar a resposta ao seu comentário, clique em "Notifique-me" que fica pertinho da caixa de comentário :)
• Se tiver blog, comente o link dele pra eu retribuir a visita :)
• Sua opinião é super importante e é o que me motiva a continuar postando. Obrigada desde já por comentar!