#RedLipsDay e o que o batom vermelho representa pra mim

Oooi gurizada lindja e maravilhosa!


O post de hoje vai sair tarde, mas o importante é que vai sair! Eu queria ter feito esse post mais cedo, mas passei o dia com muita cólica, e precisava cochilar quando cheguei do trabalho. Resultado: dormi das 16hrs até às 21hrs! Esse post tá sendo feito pelo celular, e não tem como colocar imagens :( Amanhã vou tentar editar a adicionar as fotos minhas usando batom vermelho e mais umas pra ilustrar o post, ok? ;) (Essa vida de só ter o celular pra acessar internet em casa é complicada haha)

O Red Lips Day é uma ideia que a Renata Montenegro, ou Re Vitrola, teve em 2011. A ideia acabou sendo muito curtida, e a última edição teve 1200 participantes!


Bom, em um desses anos (acho que foi 2012), eu acabei conhecendo o Mulher Vitrola e me apaixonando pelos posts da Re, a maneira como ela superava certas batalhas, suas ilustrações maravilhosas e suas fotos de gatineos! Mas acabei também conhecendo o Red Lips Day, e naquela época, eu tinha comprado meu primeiro batom vermelho, porém tinha vergonha de usar. Vi o Red Lips Day e as fotos de todas aquelas mulheres lindas, brancas, negras, de todo jeito, usando batom vermelho e arrasando. Decidi participar também, e gente, foi só amor. O meu primeiro batom vermelho foi o 330 da Linha Intense, da O Boticário. É um dupe do Ruby Woo, da MAC. Quando me olhei no espelho com aquele batom matte vermelhíssimo, eu me amei na hora! Com aquele batom, acabei criando o hábito de usar batom e comecei a investir mais em me maquiar, e assim fui me soltando um pouco, sabe?


Como sempre fui gorda, eu detestava coisas que chamassem a atenção para mim. Mas a verdade era que desde criança eu era fascinada por pessoas fora do comum. Punks, por exemplo, me encantavam! Pessoas tatuadas também, cheias de piercing também... Mas eu acabava achando que essas coisas em mim não iam dar certo por eu ser gorda. Acho que rolava medo de alguém falar: "Olha aquela gorda querendo chamar atenção." e só de pensar na hipótese, eu acabava negando muito do que eu queria fazer/ser. Mas acabou que eu fui desligando completamente esse interesse na opinião alheia, e passei a me importar mais com a única opinião que eu precisava: a minha.



O batom vermelho me deu a chance de experimentar colocar uma cor diferente no rosto. Hoje eu uso batom azul, roxo, preto, marrom... E tudo começou com o vermelho! Mas o batom vermelho (o 330 da Intense ainda é meu preferido e foi o único item de maquiagem que passou da validade e eu não consegui jogar fora) me abriu as portas pra sorrir pra mim mesma na frente do espelho e pensar "Pôxa, sou linda mesmo! Que bonito o contraste da pele e do cabelo com o batom!". Com isso, passei meio que a usar o batom vermelho como escudo: se ia usar uma roupa mais ousada, mais "do rock", já jogava um batom vermelhão, meio que dizendo: "Se for pra falar, que falem mesmo!".

Logo surgiu Mallu Magalhães repaginada e criou, sem saber, um hino das amantes de batom vermelho. Dizendo "Nem vem tirar meu riso frouxo com algum conselho, que hoje eu passei batom vermelho...", Mallu nos mostrou que o batom vermelho era nosso sinal de empoderanento, de liberdade de escolha, de auto-confiança... E essa música foi a responsável por me fazer enxergar o quanto eu usava o batom vermelho de escudo, o quanto isso me dava "poder". Poder esse que me fez ir gostando mais de mim, do jeito que eu sou e me sentindo linda, dona de mim mesma e emponderada!


Então, dia 17 de junho do ano que vem vai ter mais um Red Lips Day. Até lá, espero que você que está aí lendo esse post, entenda o seguinte: Você é LINDA, de batom vermelho ou sem. Se você estiver em um dia daqueles meio borocoxôs, passa um batom vermelho. Deixa essa cor bonita deixar você ainda mais bonita, te dizendo que sim, você pode e deve fazer suas próprias escolhas, e que ninguém além de você pode te dizer como se sentir em relação a si mesma!

Gorda, magra, alta, baixa, negra, branca, asiática e mil outras definições: não importa em qual delas você se encaixa, só importa que você é LINDA, não importa o que ninguém além de você pensa!

P.s.: agora conseguir colocar as fotos <o/

Comentários

  1. Amo pessoas assim <3

    Acho que todas nós, até mesmo quem "se encaixa" nos padrões de beleza de certa forma, tem seus momentos de insegurança, mas nada se compara a quem pertence às minorias, como nós, por exemplo. As pessoas não sabem o tamanho da importância que nós temos em ousar se vestir e contrariar tantos padrões de beleza ao mesmo tempo. A pressão é ainda maior para nós, mas não deixamos de ser quem realmente somos por ninguém. É de pessoas assim que o mundo necessita.

    Beijos!

    madessy.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Demorei muito tempo pra ser quem eu realmente queria ser por causa desses entraves do que é "aceitável" aos olhos da sociedade ou não. E hoje eu tô aqui, arrasando nos batons hahaha
      Acho que é importante a gente se aceitar do jeito que a gente é, ainda mais fazendo parte da minoria. Se mais pessoas fizessem isso, todo mundo se sentiria mais a vontade :)
      Beijão, lindona!

      Excluir
  2. Caraaaaaaaaaaaaamba, esqueci de participar desse projeto!!! >_<

    Memórias de uma Guerreira

    ResponderExcluir
  3. Eu A-M-O red lips <3 E pensar que um dia eu morria de vergonha tbm, assim como vc, eu achava que iria chamar mto a atenção. E apesar de eu ser vaidosa desde criança nunca gostava de ser o centro das atenções sabe? Lembro que quando eu passava tirava o máximo que podia de excesso e ainda assim me sentia "ousada demais". Hoje em dia passo todas as cores de vermelho que tiverem disponíveis, haha :D Tbm sou apaixonada pelo Intense 330, foi meu segundo batom vermelho, e foi com ele que eu "me libertei". Enfim, adorei o post! E posta as fotos sim :) Beijão!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por ter lido o post e que bom que você gostou <3
      E o 330 é só amor, como não gostar de um batom que não borra? E a cor dele é linda!

      Beijos, meu bem!

      Excluir
  4. Palmas e tocantins inteiro para este texto!!
    Gostar de si mesma e se aceitar é a melhor sensação de todas! Se perdemos muito temo ouvindo outros e vamos acabar perdendo nossa essência.
    :) Seu blog é muito sincero Rafa (vou te chamar de Rafa, pode?) adoro ele demais!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que pode me chamar de Rafa, sua linda! Aliás, prefiro que me chamem assim, Rafaela é só meu chefe e minha mãe que me chamam haja
      Que bom que tu gosta do meu blog, me sinto muito muito honrada de ler isso <3

      Obrigada por ler e comentar, e saiba que eu também gosto muito do teu blog (e de ti!)

      Beijão!

      Excluir
  5. Arrasou no post sua linda! ♥
    Eu sempre gostei de batom vermelho. Tá entre os meus preferidos. Nunca participei do redlipsday, mas quem sabe no próximo ano, né!? ^^
    Amei suas fotos! A cor do batom ficou realmente linda em você!
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

• Comentários agressivos à autora ou aos leitores do blog não serão aceitos;
• Todos os comentários são respondidos, mesmo que demore uns dias. Se quiser acompanhar a resposta ao seu comentário, clique em "Notifique-me" que fica pertinho da caixa de comentário :)
• Se tiver blog, comente o link dele pra eu retribuir a visita :)
• Sua opinião é super importante e é o que me motiva a continuar postando. Obrigada desde já por comentar!

Postagens mais visitadas deste blog

Pin-ups trevosas do Brasil (post em parceria com a @violet.coffin)

Pin-ups alternativas brasileiras (Parte II)

Pin-ups alternativas brasileiras (Parte III)