quinta-feira, 20 de julho de 2017

Darkoutfit | I am the Punisher

Hell-o strangers!

Aqui estou eu, mais uma vez, atrasada com o conteúdo do blog e por isso peço mil desculpas! Esse post era pra ter saído dia 14, mas como eu tive que fazer o post do Projeto de Escrita, não ia ficar legal um post em um dia e outro no dia seguinte (post todo dia é só no mês que vem, no BEDA!). Então, desculpas pelo atraso desse post e do vídeo do YouTube que era pra eu ter postado domingo, mas a real é que meu notebook voltou a ficar lento e problemático, e às vezes eu fico 2hrs na frente dele só tentando escrever um post. Vou tentar formatar esse fim de semana, me desejem sorte! 

Mas voltando ao Darkoutfit, esse foi o único que eu fotografei dos 7 looks usando peças da Dark Fashion,  lembram do vídeo e post sobre isso? Ele foi um dos que eu mais gostei de ter composto! Ah, e como agora deu uma esfriada no Rio Grande do Sul, já aproveitei pra fotografar outro darkoutfit do vídeo! Enfim, vamos ver o outfit? <3




Primeiramente, FORA TEMER. Segundamente, a qualidade dessas fotos ficou PÉSSIMA, mas eu resolvi postar mesmo assim. E é claro que eu sempre tento trazer conteúdo de qualidade, mas aqui também é realidade, então tem fotos granulada sim, tem bota se abrindo sim, tem cara sem make também... O importante é que tem fotos! Mas eu até arrumei melhor o cantinho lá da sala pra produzir umas fotos melhores, vou até pintar a parede semana que vem pra deixar mais bonitinho <3



Pra compôr esse look eu usei duas peças da Dark Fashion: a blusa de telinha 2535 e a saia 5028. Só a blusa e a saia da Dark Fashion já seria um look maravilhoso, mas resolvi colocar uma regata do Justiceiro que tenho (e que tava parada porque eu acabei cortando demais na lateral dela), e coloquei meias 3/4 (eu finalmente ganhei, yaaaaay!) e minha botinha que imita a ugg boot e já pegou muita chuva, muito sol, muita coisa... AUHAUHUAHUA Mas eu vou usar ela até ela se desmontar! <3


Esse foi o look de hoje! O que acharam? Quem diria que com três peças de roupa dá pra fazer um look tão confortável, bonito e trevosinho assim? Falando um pouco sobre as peças da Dark Fashion, gente... É um conforto, sabe? Eu nunca vou deixar de ficar impressionada com o caimento, qualidade do tecido, de todos os materiais e claro, a beleza das peças. Eu tô devendo mais looks com as peças que recebi por último, mas eu já usei tanto todas elas! Quando chega caixinha da Dark Fashion aqui, pode ter certeza que eu já vou arrumar rolê pra usar as peças, porque eu amo mesmo! Então queria reforçar o agradecimento que sempre faço pra Nivia por ter confiado em mim e na minha representação da loja desde que era tudo mato aqui no blog! A Dark Fashion é uma loja que eu namoro há anos e nunca comprei nada, infelizmente :/ Então ter me tornado parceira da loja não é só algo que me faça me orgulhar do que eu tenho feito na blogosfera, mas é também a realização de um sonho!

Ah, o próximo post vai ser pras bruxianes! E pra quem me acompanha no YouTube, se eu sair amanhã quero gravar vídeo de "Se arrume comigo". Se não, na próxima festinha que rolar, vou gravar um vídeo assim. Mas logo mais vai ter BEDA aqui no blog, e no canal eu quero fazer pelo menos 2 vídeos por semana em agosto. Não vou prometer demais pra depois não cumprir, né? Um beijão e até o próximo post!

sábado, 15 de julho de 2017

Sobre meu estilo pessoal | Projeto de Escrita do Universo Alternativo

Hell-o, mean queens!

Mais um mês do Projeto de Escrita do Universo Alternativo e o tema desse mês nos convida a falar um pouco sobre nosso estilo pessoal. Como vocês já sabem, esse projeto foi desenvolvido pela Jaqueline, do blog 4sphyxi4. Eu tenho participado de todos os meses, mas não tem indicado outras meninas porque normalmente programo o post e acabo esquecendo de voltar aqui e atualizar as indicações. Hoje eu já coloquei os posts que saíram até o momento e eu não vou mais prometer que vou colocar o das outras meninas porque eu sempre esqueço, mas vou tentar lembrar. Enfim, vamos começar a falar um pouco sobre meu estilo?


Eu comecei a buscar maneiras de me vestir mais "roqueira" aos 12 anos. Então de cara eu já queria avisar o seguinte: Se você quer seguir um estilo e não consegue, por motivos financeiros ou qualquer outra razão, NÃO DESISTA. Eu demorei 12 anos pra conseguir montar meu guarda-roupa. Tem roupas que eu tenho desde 2008 e não me desfaço porque foi suado e eu gosto muito. Vocês tem noção do que é levar 12 anos pra colocar uma roupa e pensar: "Esse é exatamente o jeito que eu me sinto 100% bem."? Hoje em dia eu tenho um guarda-roupa estrategicamente montado. Como eu só gosto de usar preto (claro que tenho as roupas com cor pra usar em casa) e tenho parceria com a Dark Fashion, eu acabei comprando/ganhando peças que se encaixam muito umas com as outras. Mas isso levou tanto tempo... 12 anos é a metade da minha vida, gente! UAHUAHUAHUAHUAH 

Então o que eu quero dizer, é: não desista do seu estilo, sempre vai ter mil peças que você quer e não vai poder comprar. Comece do básico, peças que são mais baratinhas. Garimpe, procure, pense bem no que você precisa e quer. Brechós são MARAVILHOSOS, e se uma metaleira de 120kgs consegue encontrar roupas lá, você também consegue. Meu sobretudo? Brechó. Meu coturno da Vilela? Grupo de brechó gótico. Meu sutiã de pentagrama da foto acima? DIY. Meu vestido de cruzes da foto acima? Lojão popular. Quando a gente não tem muito dinheiro pra manter um estilo, a gente tem que dar um jeito, né? Eu queria muito que alguém tivesse me falado pra eu não desistir de ser quem eu sou e me vestir do jeito que gosto, porque confesso que em certos períodos desses 12 anos eu tentei me adaptar ao padrão feminino que a sociedade pedia. Mas isso não me fazia feliz.



Em 2010/2011 eu até que tentei ser menos trevosinha. Pressão da família, sabe? Naquela época eu meio que tava cansada de dar murro em ponta de faca e bater de frente com todo mundo que falava que eu devia me vestir como mocinha e esses mimimis. Mas eu cedia só em certas ocasiões, até mesmo porque minhas blusas do Metallica foram compradas nessa minha época menos dark. Como eu já expliquei nesse post aqui do Desafio Gótico/Alternativo, meu estilo é um misto de gipsy goth, romantic goth, headbanger e strega fashion. Falando assim, parece que eu tenho montes e montes de roupas, né? Mas na verdade eu tenho pouquíssimas roupas e muita criatividade, então tô sempre fazendo sobreposições, criando looks loucões, estragando umas roupas enquanto tento fazer o DIY... AUHAUAHUAH

Enfim, eu sou essa metaleira (porque metal é 90% do que eu escuto) que às vezes parece uma gótica e às vezes parece uma bruxa (o que tá ótimo, porque eu sou mesmo!). Fui construindo meu estilo ao longo de 12 anos e MUITOS empecilhos, mas hoje eu me visto do jeito que eu quero e isso é ótimo! Então, reforçando meu conselho: SEJA VOCÊ. Do jeito que dá, com um zilhão de improvisos, mas tenha o seu estilo. Não abra mão dele que um dia, assim como eu, você vai se encontrar e ter as roupas que quer pra poder sair representando a cena por aí. Eu só espero que não leve 12 anos... AUHAUAHUHAUHAUH

É isso então, até o próximo post na terça-feira! Um beijão pra vocês e não deixem de conferir os outros posts! <3


terça-feira, 11 de julho de 2017

Pin-ups alternativas brasileiras (Parte II)

Hell-o, divas trevosas!

Como prometido no último post, esse post é onde eu trago mais indicações de meninas pin-ups alternativas e/ou trevosinhas! Como vocês já sabem, eu já fiz um post com indicações (clica aqui pra ver) de meninas pin-ups, que se enquadra dentro do meu projeto de divulgação de meninas e mulheres alternativas do Brasil! O primeiro post de pin-ups foi um sucesso e a Raquel Hübner me deu indicações o suficiente pra eu fazer uma série de posts! UAHUAHUAHUA Hoje eu vim trazer mais seis queens pin-ups pra vocês. Não vou rotular o post com trevosas, porque dessa vez não tem só trevosas. Enfim, vamos começar essas indicações? <3



Na ocasião do primeiro post, a Raquel me indicou várias e eu fiz o post com as que eu já conhecia de alguma forma, e as outras eu passei a seguir pra conhecer melhor. O estilo da Bruna me impressionou, porque ela consegue incorporar vários tipos de estilos de pin-ups, formando um estilo próprio. O que é essa mulher de Elvira? E essa boca? E esse corpo? Sigam o insta dela e vocês vão entender do que eu tô falando! Também queria ressaltar o cabelo e a make dela estão sempre perfeitas! Ela é muito inspiração sim!



A Suélen é maravilhosa demais, gente! O instagram dela é uma inspiração só, ela mescla preto, vermelho e branco de uma forma que eu nunca consegui! Ela faz tight-lacing, como vocês podem ver na foto acima, é body piercing e claramente arrasa nas make-ups! Eu sou absolutamente gamada no cabelo dela e nesse franjão que ela tem. Eu tô demorando a mudar meu cabelo, mas eu tenho umas 3 fotos da Suélen de referência pra quando eu for cortar a franja! AUHAUAHUAHUA Além do mais, ela tem umas tattos lindonas e agora ela é parceira da Dark Prophecy (não achem que eu vou deixar de mencionar a DP e suas parceiras hahaha)! Confiram o insta da Suélen pra ver o quão arrasadora essa bixa é! <3



Vou falar pra vocês o seguinte: rolou um amor instantâneo assim que bati o olho na Louise! Eu adorei essa menina de cara! Logo eu já queria ser amiga dela no Facebook e queria morar na mesma cidade que ela pra darmos vários rolês! Eu me identifico muito com as coisas que ela gosta, eu amei o estilo dela muito de cara! Eu sou muito suspeita pra falar dela, mas eu acho real que essa mina deveria ser alt model! O que vocês acham? <3



A Amanda tem uma das bettie bangs mais maravilhosas do universo! Ela tem um senso fashion muito maravilhoso, a estética dela é trevosiane e maravilhosa! Eu amo quem sabe variar bastante, mas dentro do seu estilo e em all black! Claro, eu também sou uma das adeptas do estilo all black! <3 Ela também é uma das que flertam com vários outros estilos, ainda agregando tudo isso ao seu próprio! Eu super acho que ela devia ter um blog pra mostrar os looks dela, seria um que eu super acompanharia! <3



Vocês acharam que não ia ter pin-up plus size, meus amores? Claro que tem! A Gabs é plus e é estudante de moda. Eu amo ter meninas fora dos padrões de corpo que a sociedade chama de bonitos fazendo moda, porque com certeza elas pensam em pessoas com o corpo que vão além do GG, Esse vestido das fotos acima foi a Gabs que fez, e eu acho sensacional que ela é super vintage! Eu amo todas as roupas dela, mesmo que eu não me imagine usando nenhuma por causa das cores UAHAUHAUH <3



Como falado antes, não tem só trevosinha não! A Michele é o que eu chamo de pastel mermaid pin-up! UAHUAHUHAUA Eu sei que tem nomes certinhos para os estilos em que ela se inspira, mas me deixa com minhas definições! AHAUHAUAHUAHU Eu sou apaixonada nesse cabelo dela, parece algodão doce! :O E sabe o que é mais maravilhoso? Ela está esperando uma sereiazinha, e como ela disse na foto em que falou que ia ser uma menina: The future is female! Sim, eu super concordo! O instagram da Michele é uma fofura só, e muito, muito lindo mesmo! Dá uma olhada lá e fica aqui comigo esperando essa sereinha nascer, que eu aposto que a gente vai ver a próxima geração de pin-ups alternativas! Hahaha <3

E aí, meninas, o que acharam das indicações de hoje? Espero que vocês tenham gostado, porque esse é um dos posts que eu mais gosto de trazer aqui pro blog! Eu realmente muito massa poder compartilhar várias minas que tem fotos super legais e exibem seu estilo por aí, porque muitas delas servem de inspiração de verdade! <3 Até o próximo post (quem quer darkoutfit?) na sexta-feira e domingo tem vídeo lá no meu canal!

domingo, 9 de julho de 2017

5 filmes brasileiros pra sair do clichê

Hell-o dark ladies!

Eu queria falar mais sobre filmes aqui no blog e acabo não fazendo isso o bastante porque acho que é algo que não vai agradar. Acontece que eu sou uma super cinéfila e esse é meu blog, então eu vou falar mais disso aqui mesmo que ninguém queira ler! AHAAUHAUAHUA 

Eu tinha um enorme preconceito com cinema brasileiro e me pegava falando que os únicos filmes do nosso país que prestavam eram O Auto da Compadecida e Central do Brasil. A realidade é que eu nunca tinha adentrado no cinema brasileiro e saído daquela área de filmes que parecem ser todos produzidos pela Globo ou algo do tipo, que permanecem no gênero comédia pastelão e lá se enterram.

Porém, graças a um casal de amigos muito queridos (oi Liri, oi Xandi!) que estavam em um desbravamento do cinema, eu acabei embarcando com eles nessa história e pude provar um outro lado do cinema brasileiro, alguns com densidade o suficiente pra nos afogar. Pensando nisso e querendo trazer um lado meio que antropológico da coisa, eu escolhi cinco filmes que me fizeram perceber o quanto o cinema brasileiro é rico, mágico, multi-facetado, livre de amarras e sim, denso. E também, com essas indicações vocês vão ver o quanto eu amo o trabalho do Irandhir Santos como ator! 

1. Tatuagem (2013)


Resumo: Recife, 1978. Clécio Wanderley (Irandhir Santos) é o líder da trupe teatral Chão de Estrelas, que realiza shows repletos de deboche e com cenas de nudez. A principal estrela da equipe é Paulete (Rodrigo Garcia), com quem Clécio mantém um relacionamento. Um dia, Paulete recebe a visita de seu cunhado, o jovem Fininha (Jesuíta Barbosa), que é militar. Encantado com o universo criado pelo Chão de Estrelas, ele logo é seduzido por Clécio. Não demora muito para que eles engatem um tórrido relacionamento, que o coloca em uma situação dúbia: ao mesmo tempo em que convive cada vez mais com os integrantes da trupe, ele precisa lidar com a repressão existente no meio militar em plena ditadura.

Foi esse filme que me lançou na busca por mais filmes brasileiros que fugissem do padrão. É impossível assistir Tatuagem e não ter vontade de conviver com o pessoal de Chão de Estrelas. Irandhir Santos tá SENSACIONAL nesse filme, é impossível não ser seduzida por ele. O romance em si, tema principal do filme é algo que te leva a pensar o que você faria, naquela época, no lugar de cada um deles. A atuação de todo mundo vem da alma, sabe? Tem cenas nesse filme que me arrepiam. E tem cenas que eu adoro e me deixam maravilhada, como a cena da polka do cu. O filme é podia ter só essa cena e ainda seria digno de todos os meus elogios!

2. A Festa da Menina Morta


Resumo: Há 20 anos uma pequena população ribeirinha do alto Amazonas comemora a Festa da Menina Morta. O evento celebra o milagre realizado por Santinho, que após o suicídio da mãe recebeu em suas mãos, da boca de um cachorro, os trapos do vestido de uma menina desaparecida. A menina jamais foi encontrada, mas o tecido rasgado e manchado de sangue passa a ser adorado e considerado sagrado. A festa cresceu indiferente à dor do irmão da menina morta, Tadeu. A cada ano as pessoas visitam o local para rezar, pedir e aguardar as "revelações" da menina, que através de Santinho se manifestam no ápice da cerimônia.

Quando eu descobri que esse filme era dirigido pelo Matheus Nachtergale eu fiquei bastante impressionada. Eu já sabia que ele era um baita ator, mas ele se excedeu como diretor. Eu fiquei impactada com o talento de alguns atores, já que eu só tinha visto em novelas da Globo ou coisas do tipo. Há uma entrega aos personagens e seus dramas incrível. O filme mexe com vários temas como luto, tradições do interior, incesto, vida e morte. E eu gosto como as coisas meio que tem uma maneira não linear de acontecerem, algo não estrito ao roteiro, sabe? Esse filme me pegou muito de surpresa e eu simplesmente adorei ele. Quer densidade? Dá o play nesse filme. 

3. Baixio das Bestas (2006)


Resumo: Na Zona da Mata pernambucana, região de canaviais que movimentam trabalhadores rurais e caminhoneiros, vive Auxiliadora, jovem de 16 anos explorada por seu avô, Heitor. O homem tem um discurso moralista mas não pensa duas vezes antes de exibir a neta nua por dinheiro em um posto de parada de caminhões. Na cidade mora o estudante Cícero, de família de classe média, que passa os fins-de-semana envolvido com álcool, drogas e orgias sadomasoquistas com as prostitutas de Dona Margarida, comandadas pelo doentio Everardo. Cícero vê Auxiliadora no posto e imediatamente a deseja, passando a segui-la pelas ruas. No campo, a moça chama a atenção do humilde Maninho, mas, apesar dela também se interessar por ele, o rapaz é afastado pelo avô e se ressente disso.

Esse filme é bem pesado, mas bem real. Não é apenas a realidade de uma vila do interior. O abuso das mulheres na sociedade, principalmente de maneira exploratória, fazendo do sexo um negócio e da mulher um produto, é realidade em todo o lugar. O filme trata disso e mostra o vó da Auxiliadora, que é daquelas pessoas que reclamam do governo, mas são mesquinhas, corruptas e amorais. A atuação de todos os atores é impecável, o avó da menina é tão bom interpretando que você odeia ele de verdade. Mais um filme com o Irandhir, apesar dele ser só coadjuvante. Teve uma época em que eu assisti uns 8 filmes com ele no período de um mês e fiquei obcecada com ele e como ele sempre está em um bom filme que retrate algo do Nordeste. 

4. O Som Ao Redor (2013)


Sinopse: A presença de uma milícia em uma rua de classe média na zona sul do Recife muda a vida dos moradores do local. Ao mesmo tempo em que alguns comemoram a tranquilidade trazida pela segurança privada, sob liderança de Clodoaldo (Irandhir Santos), outros passam por momentos de extrema tensão. Simultaneamente, casada e mãe de duas crianças, Bia (Maeve Jinkings) tenta encontrar um modo de lidar com o barulhento cachorro de seu vizinho.

O que mais me chamou atenção nesse filme foi a personagem da Bia e a loucura contemporânea que ela traz. Eu já me irritei muito com alguns vizinhos que tive, mas essa irritação cresce na personagem ao ponto de quase virar obsessão. Eu gosto também de como esse filme mostra o cotidiano de várias famílias de poder aquisitivo diferente e como eles lidam com as tarefas domésticas. Tem uma dona de casa que vive pra casa e pros filhos, tem uma que é extremamente abusiva com a empregada e tem outro que trata a empregada como realmente alguém da família. Essas diferenças de tratamento fazem muito com que aquela frase "Você sabe como alguém é pela maneira que essa pessoa trata alguém prestando um serviço para ela". É desses filmes que não tem um super main plot e explora as características das relações interpessoais humanas.

5. Teus Olhos Meus (2011)


Resumo: Gil (Emílio Dantas) tem 20 anos de idade e é cheio de ideais. Músico por paixão, ele vive alternando sua rotina entre a boêmia e a poesia. Órfão, Gil vive com sua tia Leila (Paloma Duarte) e seu tio César (Roberto Bomtempo). Entretanto, seu estilo de vida faz com que ele seja expulso de casa. Sem destino, ele vaga com seu violão, até que conhece Otávio (Remo Rocha), um produtor que pode mudar sua sorte.

Sabe aquele dia que você tá de TPM, bem triste e quer assistir um filme divertido, engraçado e feliz pra te animar? Passe longe de Teus Olhos Meus. Não que o filme não seja lindo, é só digitar "teus olhos meus filme" no Google Imagens pra ter um acesso rápido a muitas frases profundas, significativas e que te fazem pensar. Eu me senti tão imersa na história que no final eu fiquei boquiaberta. Assistam esse filme sem perspectivas, ele vai se construindo diante dos seus olhos. É impressionante também como você vai conhecendo os personagens e mesmo assim percebendo como eles estão mudando ao longo do filme. Vou parar de falar, porque eu sou completamente apaixonada por tudo nesse filme! Tem participação do Fernando Anitielli, de O Teatro Mágico e a trilha sonora é maravilhosa!

Eu tinha pensado em muitos outros filmes e me deu vontade de repetir um post de indicações como esse. Mas como eu também me preocupo muito com o que vocês acham, queria saber se curtiram esse tipo de gênero, assim, mais sério. Acho que vou continuar porque já tá dando vontade de escrever outro post com mais cinco que eu queria colocar aqui... AUHAUHAUHAUAHU

Ahh, fiquem ligadas pro próximo post, que sai terça-feira! Vai ser uma continuação do post de pin-up girls! <3 Um beijo e até terça!

terça-feira, 4 de julho de 2017

Projeto das Darkies: 7 looks com Dark Fashion

Hell-o, beautiful and strangers!

Hoje eu postei no YouTube um vídeo de um projeto que fiz em colab com as outras parceiras da Dark Fashion: a Jaqueline do Asphyxia, a Nayara do Eccentric Beauty e a Sana do Diva Alternativa! A ideia do vídeo era compormos vários looks usando peças da loja Dark Fashion. Eu sempre uso e abuso da versatilidade das peças da Dark Fashion e dessa vez não foi diferente! Eu tentei compôr looks voltados para o outono/inverno, mas tem vários looks que eu usaria facilmente no verão! Quer ver como ficou? Dá play no vídeo abaixo!


Em todos os looks, tentei destacar ao máximo as peças da Dark Fashion e não focar muito em acessórios, pra ficar algo mais simples. O que eu achei mais interessante é que cada uma das darkies (parceiras da Dark Fashion) compôs seus looks bem dentro do seu próprio estilo, mesmo em alguns looks tendo peças iguais (a Sana tem uma saia que eu tenho, a Naay tem uma blusa igual a uma das minhas e por aí vai), cada uma aplicou ao seu estilo próprio. E eu fiquei bem feliz com o meu resultado porque ficou bem o meu estilo.









Eu sinceramente gostei muito de todos os looks, tantos os meus quantos os das meninas, e conseguimos mostrar o que queríamos: a beleza. qualidade e versatilidade das peças da Dark Fashion. Vou deixar os links dos modelos todos abaixo e também os das meninas!

Itens usados: 



Darkies participantes:
Jaqueline (Asphyxia)
Nayara (Eccentric Beauty)
Sana (Diva Alternativa)

O próximo post vai ser esse look da capa do vídeo, e se vocês gostarem de algum outro look, comenta aqui qual é que eu reproduzo e posto aqui também! Um beijão e até o próximo post! <3

terça-feira, 27 de junho de 2017

As artes de Carolina Ziwian

Hell-o, trevosinhas!

O post de hoje surgiu de duas coisas: de uma sugestão que a Moni, dona da Dark Prophecy me deu e uma curiosidade pra conhecer o trabalho da Framed In Blood (Facebook | Insta | Loja). A sugestão da Moni foi de eu expandir o assunto de indicação de minas alternativas (que já tem até post novo programado) e que eu mostre um pouco do trabalho dela, converse com elas e etc. Aí juntei a vontade de conhecer melhor o trabalho da Carolina Ziwian com a dica da Moni e como eu já sou apaixonada pelas fotografias do Framed in Blood, quis mostrar o trabalho dela aqui. 


A Carol é fotógrafa de São Paulo e dona do projeto Framed In Blood Art. Existe a parte de fotografia do Framed In Blood e também existem as estampas que a Carol cria e que vão parar em uma diversidade enorme de produtos. São camisetas, flâmulas, canecas, bolsas, pôsters, leggings, cadernos, almofadas... Ufa! Muita coisa, né? E ela criou mais de 120 estampas diferentes pra loja dela! Sério, eu parei de contar em 120, mas tem bem mais que isso! Enfim, conheçam a loja dela que é bem interativa, você passa o mouse por cima da estampa e mostra os produtos que existem com ela. Enfim, mas eu quero mesmo é mostrar um pouco de tudo que a Carol produz pra Framed In Blood. Vamos começar?




O Framed In Blood Art surgiu em 2014, quando a Carol ainda estava na faculdade de Fotografia. Um dia ela queria muito uma bolsa de morcego e não encontrava, aí resolveu fazer a arte da bolsa e procurou uma loja que pudesse fazer a bolsa com aquela estampa. Hoje ela cria as estampas e trabalha com uma loja que envia pro Brasil e pro resto do mundo e claro, com fotografia. As inspirações da Carol vem do estilo de vida dela, da subcultura gótica, da estética vampiresca e das bandas que ela escuta. Aliás, Framed In Blood é o nome de uma música do The 69 Eyes, que representava bem o nome que a Carol queria passar.




Essas são algumas das fotos que a Carol posta no insta do projeto. Tem uma pegada bem vampiresca e quando eu conheci o insta dela eu pirei, queria muito ter umas coisas vampironas assim e fotografar com essa pegada. Acho lindo principalmente como ela captura o detalhes das coisas sem deixar as outras se perderem. E tudo de um jeito bem trevosinho e elegante!



Fala sério, que camisa é essa? Tem camisetas e leggings com as estampas da Carol lá na lojinha, e essa camiseta é uma das que eu mais gostei! UAHUAHUAHAUHAU As leggings são lindas, tem uma (essa) que eu acho maravilhosa! Quero caber nessas leggings, gente, será que a loja faz em tamanhos maiores? AUAHUAHUAHUAHU As duas imagens acima dessa da legging e blusa são algumas das coisas que eu mais gostei na lojinha da Carol, e bom, não é nada difícil imaginar decorar a casa com aquelas estampas, e vesti-las também dever ser o máximo!

Espero que vocês tenham gostado de conhecer melhor o trabalho da Carol e a variedade de produtos que ela cria! UAHUAHAUAUAHU Eu acho ela uma fotógrafa excelente, além de uma artista muito promissora! Dá uma olhada no insta, facebook e na loja dela que eu garanto que são espaços perfeitos pras trevosinhas! Ah, e não me culpe se você quiser umas 489598243 peças da loja dela... UAHAUHAUHAUHA

Beijão e até o próximo post!

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Plus size das trevas

Hello, goxtosas!

Vocês sabem que eu adoro fazer posts de looks, e quando esses looks podem ser facilmente imaginados no meu corpinho fora do padrão, eu gosto mais ainda! Então resolvi dessa vez trazer somente looks plus size que eu achei espalhado pelo Pinterest (segue o meu lá!) pra mostrar pra vocês. Com certeza eu usaria todos, eu vario de estilo mesmo! 

Então, vamos começar?





Já dá pra perceber que os looks são todos all black, né? Então, eu  sinceramente não sei mais como incorporar cores nos meus looks trevosinhos. Eu tô preferindo usar tudo preto mesmo, então se preparem! UAHAUHAUHAUAHUAH





Esse de cima foi um dos que eu mais gostei porque mostra bastante a pele, que é algo que eu acho que às vezes algumas roupas para meninas gordas fazem: são estilosas, são legais, mas cobrem muito a pele. Eu sou pirigótica, gente, eu gosto de coisa curta, rasgada, decotada... <3




Esse último look só reforça o quanto eu quero um corset na minha vida! E uma vez eu realmente usei um lenço mais ou menos assim, e fica muito elegante mesmo! Eu gosto muito de usar lenços de várias maneiras, no pescoço, no cabelo, e esse na cabeça fica realmente muito lindo! 

Por hoje é isso, gente! Espero que vocês tenham gostado do posts e dos looks, e quais seus posts preferidos? Beijão e até o próximo post, meus amores!

terça-feira, 20 de junho de 2017

3 posts antigos preferidos | Projeto de Escrita do Universo Alternativo

Hello, princesinhas de Satan!

Hoje eu estou aqui para trazer mais um post do Projeto do Escrita do grupo Universo Alternativo. A Jaqueline Campos (blog 4sphyxi4) é a criadora desse projeto de escrita e dos temas mensais, e o tema desse mês é para mostrarmos post nossos que já rolaram e foram os nossos preferidos. Eu ainda não vi o das outras meninas #shameonme, mas acredito que vamos ver histórias interessantes aí, hein?

Por exemplo: esses posts não são os posts mais visualizados do blog, mas o que eu mais gostei de escrever, de criar, de pesquisar e claro também, do resultado final. Sem mais delongas... Vamos ver quais foram os meus três escolhidos?



Era o começo da minha blogueiragem (esse post foi o segundo do blog) e eu já tinha umas ideias super bacanas pra produzir um conteúdo meio diferente. O primeiro deles foi o Blogueiras  alternativas (parte 1) que começou com indicações de blogueiras e/ou youtubers e parou até em uma série de pin-ups trevosas! Ao todo foram seis posts com a temática, e podem ter certeza que ainda vai sair muito mais!



Eu gosto muito desse post porque eu falei sobre coisas que me desagradam em lojas alternativas e que eu sinceramente acho que lojas que não incluem certas "exceções de regra", cobram excessivamente caro em peças que vem de sites da China, e bom, várias outras coisas que eu acho erradas. sendo que tem tanta loja aí fazendo um serviço legal por um preço honesto, e incluindo todos os tamanhos! Por isso eu gostei muito de escrever esse post, e mostrar apenas lojas realmente alternativas foi uma espécie de compromisso que assumi comigo mesma!

 Paint the wardrobe in black


Teve uma época da minha vida que eu queria muito mudar todo o meu guarda-roupa, mas a verdade é que eu nunca me organizei o suficiente pra fazer isso e de vez em quando tomo uns capotes da vida e fico muito mal de dinheiro (oi, desemprego!), então apesar de eu amar esse post da wishlist e até ter algumas (3, mas pelo menos não fiquei sem nada AHAUHAUHAUHAU), sempre que eu olho ele eu me sinto meio na bad por ter várias peças que eu quero e não tenho :/ Hoje eu acho até que mudaria algumas coisas dali, incrível como estilo é algo que tá sempre mudando, né? <3

Então, espero que vocês tenham gostado desse post e eu peço desculpas pelo atraso, afinal, esse post deveria ter saído no dia 15! Como disse no parágrafo anterior, estou desempregada e passei por umas bads, mas nada que um processinho não resolva daqui a uns 3 anos! UAHUAHUAHUA Mas tô de volta firme e forte tanto pro blog, quanto pro YouTube, então aguardem conteúdo em ambos pros próximos dias!

Aliás, postei esse vídeo aqui de unboxing da Mystic Box! <3 Se vocês quiserem ver um post sobre isso e o que eu recebi, peçam nos comentários, ok? Por hoje é isso, mas já tem post programado e vídeo gravado! Beijão e até o próximo post!